Labaton Sucharow LLP investiga o esquema Ponzi de Madoff

NOVA YORK (14 de janeiro de 2009) – A Labaton Sucharow LLP está analisando possíveis processos judiciais em favor dos investidores prejudicados pelo esquema de Pirâmide de Ponzi de Madoff. Em 11 de dezembro de 2008, Bernard Madoff admitiu ter defraudado investidores em um valor superior a US$50 bilhões usando um esquema Ponzi, onde as aplicações de novos clientes eram usadas para pagar rendimentos fictícios a clientes pré-existentes. O FBI prendeu Madoff e a SEC interveio, congelando todos os recursos remanescentes.

Uma boa parte dos US$50 bilhões investidos com Madoff foram originados de investimentos nos assim chamados "fundos de captação" ou "fundos alimentadores", que recebiam dele polpudas comissões. Os fundos alimentadores que informaram perdas incluem o Fairfield Sentry Ltd. Fund (Fairfield Greenwich Group), Optimal Investment Services (Santander), Tremont Advisors/Tremont Capital Management's Rye Select Fund (EUA), Kingate Global Fund Ltd. (Reino Unido), Fix Asset Management e Thema (Suíça), Maxam Capital Management (EUA), Ascott Partners LLC (EUA), e Bramdean Alternatives (Reino Unido).

A Labaton Sucharow está investigando se esses fundos alimentadores conduziram procedimentos adequados de verificação (due diligence) antes de investir com Madoff, tendo em vista os diversos sinais de alerta que hoje se sabe que eram evidentes, inclusive: (i) a inexistência de um auditor externo confiável ou renomado, (ii) a inexistência de um agente de liquidação externo e (iii) os rendimentos excessivamente homogêneos.